Gato, sapato, bicho do mato
Gato, sapato, bicho do mato
R$ 44,00
Autor(es): Maria Angela de Faria Resende Ilustrador(es): Denise Rochael
Tamanho: 21x28cm Páginas: 32 Faixa Etária: A partir de 6/7 anos ISBN: 9786588584033 Categoria: Tema: Brincadeiras/jogos infantis; Maravilhoso fabular; Natureza/ animais; Poesia/poema narrativo

O poema narrativo conta a história do Gato, do Leão, do Cachorro, da Vaca, do Pato e de vários outros bichos que não queriam ser apenas animais. Queriam ser gente. E gente inteligente. Mas as coisas não aconteceram como esperavam e houve uma grande decepção. O final da história? Só lendo pra ver como tudo terminou.

  • Conversar sobre o título, perguntando o que os alunos sabem sobre a expressão “gato e sapato”. Falar também sobre a presença do humor nos versos em que a autora brinca com elementos da cultura popular, como: o gato estava escaldado; o sapo-cururu; o maracatu; a vaca amarela/ pulou a janela; a seriema do Mato Grosso e a mula preta.
  • Lembrar e cantar com a turma canções, como: Sapo Cururu, cantiga popular, e O Pato, de Vinícius de Moraes, do livro A arca de Noé, disponível também no Youtube: letra, música e animação (Lá vem o pato- infantil – TVKidsBr)
  • Pedir a opinião dos alunos sobre a sonoridade dos versos, principalmente da ocorrência das rimas com terminações iguais em cada estrofe. Se não dominam a leitura, as rimas podem ser lidas pelo professor e repetidas pelos alunos, com bastante cadência (palmas, toque na mesa, batida com os pés) como, por exemplo: “pavão/mão/avião/Japão”.
  • Proponha que imaginem um diálogo entre o Pinto Pedrês e o Gato Siamês (p.10), conversando com um sotaque francês bem divertido. Chamar a atenção para as brincadeiras visuais da ilustradora, exercitando o senso de observação da turma.
  • Debater o desfecho: “A grande esperteza é respeitar a natureza”, observando que além do conceito clássico de “respeito à natureza”, a frase também pode ser lida como o respeito à natureza de cada ser, isto é, cada um nasce com características próprias.
  • Produção de texto: incentivar a turma a criar uma estrofe de quatro versos, uma quadra, ou “versinho”, como a autora gentilmente sugeriu. Promover um animado sarau em classe!